Receita de apostas esportivas de fevereiro em Nova York tem nova queda
Foto: FreePik

O mercado de apostas esportivas em Nova York enfrentou desafios em fevereiro, com a primeira queda significativa desde o início da temporada de futebol americano.

A ausência de uma agenda completa de jogos da NFL e a perda de US$ 9,6 milhões registrada pelo BetMGM no Super Bowl contribuíram para a menor receita mensal das nove casas de apostas do estado desde agosto de 2023.

Casas de apostas esportivas amargam prejuízo

Em fevereiro, a Comissão de Jogos de Nova York reportou uma receita de US$ 131,4 milhões. Pela primeira vez a arrecadação fica abaixo dos US$ 150 milhões desde o início da temporada de futebol americano. 

A movimentação de US$ 1,8 bilhão foi a mais baixa desde setembro de 2023. Então, isso representa uma queda de 37,9% em relação ao mês anterior. No entanto, em comparação ao ano anterior (2022) houve um aumento de 21,7%.

A retenção de 7,4% foi a primeira taxa de vitória abaixo de 9% desde novembro de 2023, resultando em uma receita fiscal reduzida para o estado, de US$ 107,9 milhões em janeiro para US$ 67 milhões em fevereiro.

A BetMGM, após registrar uma grande perda no Super Bowl, teve um lucro bruto de apenas US$ 580.224. Ou seja, essa é a primeira vez que as apostas esportivas online produziram receitas inferiores a sete dígitos. 

FanDuel liderou o estado com US$ 720,1 milhões em apostas aceitas, seguido pelo DraftKings com US$ 607,9 milhões.

Apostas Esportivas

Lucro cai apesar do aumento do número de apostas

O início de março trouxe um aumento na movimentação de apostas, com US$ 456,1 milhões na semana encerrada em 3 de março.

A PointsBet e o Fanatics Sportsbook, que assumiu a plataforma PointsBet em Nova York, não foram incluídos nesses números. A receita subiu para US$ 40,1 milhões, o maior valor em um mês.

No entanto, apesar do aumento na movimentação de apostas, os lucros caíram para algumas casas de apostas. Assim, a FanDuel teve o melhor valor do estado, com US$ 184 milhões em apostas, mas a receita caiu de US$ 21 milhões para US$ 14,8 milhões. 

Além disso, o DraftKings teve o segundo maior valor, com US$ 155,2 milhões, mas a receita também diminuiu, passando de US$ 15,2 milhões para US$ 10,2 milhões.

Portanto, o mercado de apostas esportivas em Nova York continua a ser um cenário competitivo, com desafios e oportunidades para as casas de apostas.

Por isso, a movimentação de março e o impacto dos jogos do March Madness devem ser acompanhados de perto para que seja avaliado o cenário a curto e médio prazo.