Paddy Power
Imagem: Paddy Power / Reprodução YouTube

Recentemente, os amantes do futebol se surpreenderam com a emocionante volta de Ronaldo Fenômeno, um dos maiores astros do esporte, ao campo. Ronaldo aceitou participar de uma partida como parte de uma ação promocional da casa de apostas esportivas Paddy Power.

A empresa divulgou um vídeo nas redes sociais mostrando o ex-jogador em ação por um time da Sunday League, uma liga amadora de futebol na Inglaterra.

Paddy Power tira Fenômeno da aposentadoria 

A Paddy Power, conhecida por suas ações de marketing criativas, enviou Ronaldo para jogar em um dos times considerados mais fracos da Sunday League. A ideia era gerar buzz em torno da marca, mas nem sempre tudo sai como planejado. 

O Phoenix FC, equipe que teve a breve participação de Ronaldo, foi o vencedor de uma competição promovida pela Paddy Power nas redes sociais. Isso garantiu a oportunidade de ter uma “super substituição” em um de seus jogos.

Assim, Ronaldo teve uma estreia pelo Phoenix FC marcada por uma certa falta de brilho. Aos 47 anos, Ronaldo entrou em campo quando seu time já estava perdendo por 4 a 0.

Ele jogou com o nome fictício de Dave Walsh (já que o técnico não o inscreveu pelo próprio nome). 

O artilheiro teve alguns momentos tocando na bola, mas não conseguiu mostrar a mesma habilidade que o consagrou nos tempos da ativa. Ronaldo saiu brevemente de campo para atender o telefone, sendo substituído mais uma vez e saindo do jogo.

Ronaldo, considerado um dos maiores jogadores de futebol da história, acumula uma série de conquistas em sua carreira.

Com duas Copas do Mundo no currículo e títulos por todos os clubes em que passou, o ex-atacante também foi eleito três vezes o Melhor Jogador do Mundo pela FIFA e recebeu a Bola de Ouro duas vezes.

O Corinthians foi o último clube que jogou, de 2009 a 2011. Após a eliminação do Corinthians na Libertadores em 2011, Ronaldo anunciou sua aposentadoria do futebol.

O Fenômeno encerrou uma carreira repleta de sucesso nos gramados e agora está do outro lado, comandando clubes no Brasil e na Europa.