Cinco estados dos EUA ordenam cessar venda de NFTs de cassino no metaverso com suposta ligação com a Rússia

Reguladores estaduais dos EUA do Texas, Wisconsin, Kentucky, Nova Jersey e Alabama apresentaram simultaneamente ordens contra um cassino virtual que alegam ter ligações com a Rússia e que opera no metaverso, Flamingo Casino Club, que comercializa uma afiliação com o Caesars’ Flamingo Las Vegas Hotel & Casino.

A situação acontece depois um caso semelhante no mês passado, no qual Alabama e Texas interromperam as vendas de NFTs do Sand Vegas Casino Club, com sede em Chipre. Após um processo civil, oficiais da lei estadual dizem que os operadores do Flamingo Casino Club não divulgaram seus laços com a Rússia e informaram que tinham parcerias com empresas legítimas, conforme a CNBC.

Os conselhos estaduais de valores mobiliários nos cinco estados citados apresentaram uma ordem de cessação e desistência emergencial de 22 páginas descrevendo o que eles alegam serem informações falsas do Flamingo Casino Club e exigindo que o grupo interrompa imediatamente a venda de seus tokens não fungíveis, ou NFTs. “A oferta é simplesmente um golpe de alta tecnologia”, consta na ordem.

Os NFTs são ativos digitais baseados em blockchain que designam a propriedade de arte virtual, música ou, neste caso, a propriedade de um cassino no metaverso para quem detém o NFT. Além disso, cada NFT possui propriedades únicas que não podem ser replicadas, comprovando sua autenticidade.

Cassino começou a ser investigado em março

Os investigadores começaram a examinar o cassino em março, pouco depois de começar a operar, e dizem que conseguiram rastrear as pessoas por trás dele até Moscou. Joe Rotunda, diretor de fiscalização do Texas State Securities Board, principal funcionário da agência líder, disse à CNBC que o cassino atraiu investidores esperançosos com falsas promessas.

Concertos virtuais, torneios de poker e quadras de tênis são apenas algumas das vantagens listadas no site da organização. O site do Flamingo Casino Club também menciona aos detentores de NFT que eles receberiam 50% dos lucros gerados pelo cassino como renda passiva. O negócio atraiu ainda mais os clientes, oferecendo a chance de ganhar prêmios exorbitantes, como Teslas e iPhones em suas loterias aleatórias, de acordo com seu site.

O cassino também comercializou amplamente sua afiliação com um conhecido estabelecimento de jogos, o Flamingo Las Vegas Hotel and Casino, para garantir a confiança dos investidores. Mas as promessas de lucros e os apoios de grandes nomes foram um esquema da Rússia para fraudar investidores. Algo que foi desvendado por uma equipe de reguladores estatais, segundo a ordem.

O Flamingo Casino Club está “intencionalmente deixando de divulgar seus ativos, passivos, receitas e outras informações financeiras pertinentes às suas operações e ao desenvolvimento e gerenciamento do cassino”, de acordo com a ordem.

A ordem diz que, embora o cassino venda NFTs securitizados, ele não forneceu aos compradores informações fundamentais, como endereço físico, número de telefone ou qualquer evidência que prove que as pessoas em sua equipe de liderança realmente existiam.

Caso semelhante ocorreu no Alabama e no Texas

No mês passado, os reguladores estaduais de valores mobiliários do Alabama e do Texas interromperam a venda de tokens não fungíveis (NFTs) de um cassino associado a um esquema de investimento fraudulento acusado de violar os regulamentos estaduais de valores mobiliários. Descobriu-se que a empresa estava oferecendo ilegalmente títulos não registrados e enganando o público.

O Conselho de Valores Mobiliários do Estado do Texas enviou uma ordem de Cessação e Desistência de Emergência ao Sand Vegas Casino Club, com sede em Chipre, e seus fundadores Martin Schwazberger e Finn Ruben Warnke. As partes são acusadas de oferecer ilegalmente NFTs para financiar o desenvolvimento de cassinos virtuais no metaverso.

Após a ordem destinada ao Sand Vegas Casino Cub, o TSSB entrou em contato com o popular mercado de NFTs, OpenSea para notificá-lo de que está listando títulos de acordo com os regulamentos estaduais sem obter a licença necessária. A OpenSea agora suspendeu a negociação desses tokens não fungíveis.