William Hill recebe Prêmio EBM por política de trabalho flexível

A William Hill recebeu o prêmio Employee Business Magazine (EBM) de ‘Melhor Experiência para o Funcionário’, em reconhecimento à política de trabalho flexível que promoveu no decorrer da pandemia de COVID-19.

A política de trabalho da empresa centra-se em três áreas – Pertencer – a promoção da diversidade, Construir – no que diz respeito ao desenvolvimento de talentos; e Equilíbrio – a implementação de um ambiente de trabalho híbrido.

Para ajudar no desenvolvimento desta política, a casa de apostas iniciou um programa com feedback dos funcionários intitulado ‘The Big Conversation’, influenciando a decisão da empresa de autorizar que seus funcionários trabalhassem em casa até 80% do tempo, permitindo que os colaboradores escolhessem em que dias eles frequentariam locais de trabalho físicos.

“Muitas empresas foram afetadas pela pandemia. Como resultado, muitos ainda adaptaram práticas de trabalho híbridas ou flexíveis”, disseram os juízes em uma declaração conjunta.

A declaração prosseguiu: “Mas a William Hill deu um passo além. Em vez de simplesmente permitir que o trabalho flexível aconteça, ela realizou uma pesquisa abrangente sobre o que seus funcionários queriam e esperavam da empresa”.

Diretor da William Hill afirma que a política foi bem aceita pelos funcionários

O Diretor de Pessoal da William Hill, Mark Skinner, explicou o que motivou o projeto. Em particular, o diretor destacou o objetivo da empresa de criar um ambiente de trabalho seguro, garantindo que os funcionários ainda se sintam ‘conectados à organização’.

Além disso, ele observou que a política foi bem recebida pelos funcionários mais jovens, muitos dos quais não tinham espaço adequado em suas próprias casas para realizar trabalho remoto.

“The Big Conversation serve para entender melhor os funcionários que trabalham em escritórios e em lojas e seus pensamentos sobre o equilíbrio entre vida profissional e pessoal, cultura corporativa e produtividade”, diz a declaração oficial da empresa após receber o prêmio EBM.

A nota continuou: “O posicionamento de ‘equilíbrio, todos nós precisamos disso’ construiu uma cultura de alta confiança que capacitou as pessoas a trabalhar da maneira que melhor lhes convir. A estratégia de mudança ocorrendo em meio a um desafio incrível foi uma ação corajosa”.