Sportradar assina acordo para monitorar esportes na Holanda

A Sportradar chegou a um acordo com entidades holandesas para disponibilizar seu serviço de monitoramento do mercado de apostas para competições locais.

O Comitê Olímpico da Holanda (NOC), a Federação Esportiva Holandesa (NSF) e a Sportsradar assinaram um contrato, que permitirá ao provedor de tecnologia acompanhar diversos esportes ao longo de 2021.

O objetivo desta associação também é apresentar relatórios de análise de riscos com percepções baseadas em dados para ajudar nas tomadas de decisões estratégias visando preservar a integridade esportiva.

Portanto, a empresa vai monitorar torneios de futebol, basquete e dardos na Holanda, que podem somar mais de 1.500 partidas este ano. A Sportradar ainda apoiará a Federação Esportiva Holandesa e o Comitê Olímpico da Holanda, ajudando-os a explorar adequadamente os mercados globais de apostas.

Gerard Dielessen, CEO do NOC e da NSF, disse: “Para trabalhar em linha com a Convenção Macolin, este acordo piloto com os Serviços de Integridade da Sportradar é um projeto essencial para entender a exposição oferecida pelas apostas ao esporte holandês”.

Dielessen ainda frisou: “Por meio do monitoramento contínuo das apostas em nossas competições esportivas nacionais e da análise das últimas tendências em torno delas, teremos dados que ajudarão a informar qual é a estratégia de longo prazo mais eficaz e inteligente para combater qualquer tipo de irregularidade”.

Diretor da Sportradar afirma que iniciativa holandesa deve servir de exemplo mundial

O diretor dos Serviços de Integridade da Sportradar, Andreas Krannich, acrescentou: “Ao assinar este acordo, o NOC e a NSF mostraram sua preocupação visando a proteção de competições esportivas na Holanda contra ameaças a integridade, como a manipulação de partidas”.

Krannich concluiu: “Este é o primeiro projeto desse tipo dentro da estrutura da Convenção Macolin do Conselho da Europa e deve ser visto por outras nações como um modelo de como é o monitoramento de apostas em nível nacional e multiesportivo”.