Evolution conclui revisão interna sobre suposta atividade ilegal

O presidente-executivo da Evolution, Martin Carlesund, disse que a empresa não esperava “nenhum impacto material” nos lucros de sua análise interna, motivada por alegações de que seus produtos estavam disponíveis em países sujeitos a sanções comerciais dos EUA. A empresa iniciou sua revisão interna para tratar das reivindicações em novembro do ano passado.

Essas alegações, que Carlesund disse serem de uma fonte anônima com o objetivo de desacreditar o negócio, eliminaram bilhões da capitalização de mercado do fornecedor quando foram divulgadas.

Quando lançou a revisão, a Evolution disse que “trabalha em estreita colaboração com reguladores e operadores para apoiar e fornecer ferramentas que bloqueiam o jogo de certos países, incluindo aqueles nas listas de sanções dos EUA”.

Após os resultados do primeiro trimestre da Evolution, o executivo-chefe Martin Carlesund disse que esta revisão já foi concluída. Enquanto mudanças em alguns processos seriam introduzidas, Carlesund acrescentou que “nenhum impacto material” nos lucros foi registrado.

“É claro que revisamos tudo internamente e nos preparamos para entregar qualquer material solicitado e é claro que encontramos muitas coisas que poderíamos fazer melhor, como fazemos em todas as áreas todos os dias”, disse. “Então, estamos felizes com os resultados e seguimos em frente a partir daí. Temos um bom relacionamento com reguladores em todo o mundo.”

Em seus resultados do primeiro trimestre, o negócio de cassino ao vivo da Evolution continuou a crescer rapidamente, enquanto a divisão de jogos geradores de números aleatórios (RNG) – criado por meio de aquisições da NetEnt e de jogos Big Time – evoluiu mais lentamente.

Presidente da Evolution avalia possibilidade de novas fusões

Quando perguntado se a Evolution estava pensando em novas fusões, Carelsund disse que não era uma grande prioridade, mas não podia ser descartada. “É claro que avaliamos as oportunidades de fusões e aquisições, mas crescimento primário é crescimento orgânico. Não vemos nenhuma mudança nisso”, observou Carelsund.

“Estamos nos movendo e queremos ser o número 1 em cassinos online do mundo. Estamos constantemente analisando o que pode realmente nos mover ou nos permitir nesse caminho”, finalizou.