Enteractive Entra no Mercado Brasileiro em Parceria com KTO

A Enteractive, especialista em reativação da indústria iGaming, entrou no mercado brasileiro após assinar um acordo para fornecer à operadora KTO a sua plataforma com ativação em nuvem.

A KTO usará a tecnologia e o serviço plug-and-play para aumentar as taxas de retenção de jogadores, conectando-se diretamente a eles e garantindo que se sintam valorizados. A KTO é uma marca jovem voltada para jogadores no Brasil e já acumulou uma base de usuários leais.

A equipe por trás do KTO é predominantemente brasileira e tem anos de experiência no setor de apostas esportivas online. A operadora usou isso para desenvolver um produto altamente localizado para o mercado, incluindo suporte ao cliente em português.

Cassio Filter, gerente nacional na KTO, disse: “Nosso objetivo é oferecer a melhor experiência possível aos nossos jogadores e, em parceria com a Enteractive, podemos nos comunicar com eles de maneira que não pudemos fazer antes. Ativação em Nuvem nos permite conectar diretamente com nossos players e nos comunicar por telefone para construir relacionamentos mais fortes e personalizados com nossos clientes, se assim o desejarem”.

Diferencias a partir da parceria com a Enteractive

Este é o único software escalonável disponível no mercado, projetado especificamente para lidar com chamadas pessoais individuais que fortalecem a lealdade do cliente. O mecanismo se conecta diretamente aos sistemas de CRM do cliente por meio de uma integração.

A retenção gerada pela tecnologia e a relação humana resultam em um aumento significativo no desempenho financeiro e na fidelidade à marca a longo prazo.

Mikael Hansson, fundador e CEO da Enteractive, afirmou: “Estamos satisfeitos por termos dado o primeiro passo no mercado brasileiro com a KTO, uma marca bem estabelecida que possui uma base de jogadores dedicada e leal. Essa parceria está bem ligada à nossa expansão estratégica no mercado da América Latina. Nossas tecnologias e serviços agora ajudarão o KTO a aumentar as taxas de retenção e a satisfação dos seus jogadores”.