Sérgio Jardim Faz um Balanço Positivo do BgC 2019

O Principal evento sobre o mercado de jogos no Brasil foi realizado no Tivoli Mofarrej, entre os dias 23 e 25 de junho.

Sérgio Jardim, Diretor Geral da Clarion Events Brasil, se mostrou bastante satisfeito com o número de convidados e, acima de tudo, a qualidade dos convidados e palestrantes.

Sérgio conversou com a equipe da iGaming Brazil, durante o evento. Veja a entrevista na íntegra:

iGaming Brazil: Sergio, que balanço você faz da BgC 2019? Está dentro do esperado?

Sérgio Jardim: É um balanço positivo. Temos muitas empresas aqui, como você viu. O público foi muito bom e atingiu um número ainda maior que o ano anterior. Eu acho que está sendo muito positivo e o momento muito oportuno.

iGaming Brazil: Essa foi a primeira edição depois de aprovada a MP em dezembro. Isso teve algum reflexo para convite e procura do evento?

Sérgio Jardim: Sempre tem, indiretamente sempre tem e aqui é um espaço para discutir a temática e a regulamentação está longe de ficar pronta ainda. Ainda há vários pontos que precisam ser discutidos. Sim, teve um reflexo positivo porque o momento ajuda.

iGaming Brazil: E a sua visão particular da regulamentação? Muito tem se discutido aqui, acho que foi o assunto mais falado aqui porque o Brasil está em ebulição. O que você, Sergio, pensa disso? Vai sair?

Sérgio Jardim: O primeiro passo agora é a regulamentação da aposta esportiva que foi legalizada no dia 12 de dezembro do ano passado. Os passos seguintes são as outras modalidades que precisam ainda ser legalizadas. Tem duas propostas no Congresso, uma no Senado e outra na Câmara, e temos outras iniciativas. É importante regularizar isso tudo, o Brasil é muito grande e há muito jogo acontecendo à margem da lei. Precisa fazer isso. Eu acho que vai acontecer (regulamentação).

iGaming Brazil: O que você acha que está atrapalhando? Quais empecilhos precisam ser tirados da frente?

Sérgio Jardim: Tem que ser votado no Congresso Nacional e a gente tem que entender que há pessoas que são contra o jogo. Às vezes por razões bem fundamentadas, outras por preconceito ou ainda por razões ideológicas. É preciso vencer essas pessoas, no bom senso, convencendo que o jogo pode existir e que já dispomos de tecnologia farta para eliminar coisas, como lavagem de dinheiro. Tudo isso pode ser facilmente controlado pelas plataformas a disposição. E que lógica tem manter o jogo ilegal? Não tem beneficio para ninguém, obviamente o jogo legal importa. Agora é preciso convencer essas pessoas que são contra.

iGaming Brazil: Para finalizar, o que você pode falar do evento que será realizado em dezembro?

Sérgio Jardim: Então, o evento acontecerá nos dias 9 e 10 de dezembro no Allianz Parque. A nossa ideia é repetir o evento do ano passado, que ocorreu em 3 e 4 de dezembro e se chamou OGS (online Game Summit). O nosso objetivo era discutir o jogo online e as apostas esportivas e é o que a gente quer fazer de novo, realizar a 2ª edição do OGS para voltar a discutir tudo isso. Quem sabe tenhamos sorte e já tenha sido regulamentada a aposta esportiva até o fim do ano.