MGM Estaria Negociando a Venda de Grandes Cassinos aa Strip

A MGM Resorts International, maior operadora de cassinos da Las Vegas Strip, está negociando a venda do Circus Circus para o magnata do setor imobiliário Phil Ruffin, segundo pessoas próximas ao acordo.

É possível que o contrato seja anunciado em breve como parte de uma transação maior, que envolve o portfólio imobiliário da empresa, que inclui, entre outras propriedades, o complexo Bellagio e o icônico MGM Grand.

Processo de reestruturação do empreendimento

A MGM recentemente entrou em uma reestruturação sob pressão de investidores ativistas. A empresa reduziu e reorganizou sua administração e já vendeu todos os seus cassinos – com exceção de quatro -, de propriedade exclusiva da MGM Growth Properties Inc., uma empresa de investimentos imobiliários criada há três anos.

Fonte: Yogonet

MGM pode se desfazer de complexos icônicos em Las Vegas

Dessa forma, a empresa está negociando a venda de dois complexos icônicos de Las Vegas – Bellagio e MGM Grand – para o Blackstone Group, segundo a agência Bloomberg, que citou pessoas com conhecimento no assunto. O diretor executivo Jim Murren disse que espera anunciar os resultados de um estudo do Conselho sobre os imóveis da empresa no início do outono.

Publicidade

Em 2009, Phil Ruffin, um magnata imobiliário criado em Wichita, Kansas, comprou o cassino Treasure Island da MGM por US$ 746 milhões. Posteriormente, a empresa tentou levantar caixa após a crise financeira e concluir a construção do seu projeto CityCenter.

Ruffin recondicionou a Treasure Island e adicionou um restaurante e outros serviços. Anteriormente, o milionário era parceiro de Donald Trump no Trump International Hotel, um hotel sem cassino e responsável por gerar desenvolvimento de condomínio na Las Vegas Strip.

O hotel de circo Circus Circus, com mais de 50 anos, era uma propriedade emblemática da Circus Circus Enterprises. Empresa que a MGM finalmente adquiriu. Sua venda iminente foi divulgada na semana passada pelo site Vital Vegas.