Presidente da Libéria, George Weah se torna primeiro Embaixador do Campeonato Pan-Africano Escolar

Integrantes da Confederação Africana de Futebol (CAF) e da FIFA viajaram à Libéria para se reunir com a Associação de Futebol da Libéria e o governo na capital Monróvia.

Parcerias com os setores público e privado, maiores oportunidades para os jovens através do futebol e a nomeação do presidente liberiano George Weah como o primeiro embaixador do Campeonato Pan-Africano Inter-Escolar estiveram entre os tópicos discutidos.

Após a chegada no aeroporto Roberts de Monrovia, a equipe foi saudada pelo presidente da Associação de Futebol da Libéria (LFA), Mustapha Raji, membros do Comitê Executivo da LFA e Ministro da Juventude e Esportes, Zeogar Wilson.

Na capital, o prefeito Jefferson T. Koijee deu as boas-vindas a delegação e presenteou o presidente da FIFA com uma chave da cidade. Posteriormente, os visitantes participaram de uma reunião com a LFA, para conhecer os desafios enfrentados com a infraestrutura do futebol no país.

O presidente da CAF, Patrice Motsepe, declarou que a Libéria tem um enorme potencial, que pode ser aproveitado oferecendo mais oportunidades para os jovens através do futebol. Ele salientou ainda que trabalhar em conjunto pelo bem do futebol africano é a melhor forma de garantir o progresso do esporte e do continente.

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, reforçou essa mensagem, referindo-se ao icônico George Weah – agora presidente da Libéria – como um grande exemplo positivo que o futebol pode ter em um país. Em seguida, a delegação se encontrou com Ministro da Juventude e Desportos.

O presidente da CAF, Motsepe, disse: “Ouvimos suas preocupações e gostaríamos de assegurar o compromisso da CAF de trabalhar com o futebol liberiano e as autoridades governamentais para melhorar a infraestrutura do futebol aqui”.

Presidente da Fifa se comprometeu em fortalecer o futebol local

A delegação, juntamente com o Ministro da Juventude e Esportes, visitou ainda o Complexo de Futebol Samuel K Doe, que foi equipado com um novo gramado graças a financiamento de um programa da FIFA. “A FIFA acredita que todos os países devem ter acesso a campos e instalações de futebol da melhor qualidade e trabalharemos com a CAF para trazer outras melhorias para a Libéria”, frisou Infantino.

Em audiência com o presidente da Libéria, George Weah, o fortalecimento do futebol africado e local foram os principais temas da conversa. “Estamos felizes por estar em um país tão apaixonado pelo futebol. Estamos aqui para dar a você todo o apoio da CAF e da FIFA para levar o futebol a uma nova era e trabalharemos com você para fazer isso”, declarou o presidente da Fifa.

As tratativas também incluíram o poder do futebol na economia. “Futebol e desenvolvimento econômico andam de mãos dadas, então vamos tentar, por meio do futebol, investir na criação de empregos. Também é nosso dever garantir que os estádios atendam aos padrões exigidos, e a CAF trabalhará com as autoridades liberianas para isso”, citou o presidente da CAF, Motsepe.

George Weah se tornou embaixador de competição Pan-Africana

Além disso, os presidentes da CAF e da FIFA oficializaram o presidente Weah – o único africano a conquistar o prêmio da Fifa de Melhor Jogador do Mundo em 1996 – como o primeiro embaixador do Campeonato Pan-Africano de Futebol Inter-Escolar.

Infantino disse: “O presidente Weah é um ícone do futebol e agora um estadista respeitado. A FIFA e a CAF estão muito satisfeitas com o seu apoio. A sua estelar carreira no futebol é uma inspiração para os jovens e damos as boas-vindas a esta iniciativa, apoiada pela União Africana, que promoverá competições de futebol a nível nacional em escolas de toda a África. O futebol nos oferece uma oportunidade única de nos conectarmos com os jovens”.

Finalizando a visita a capital da Libéria, a delegação discutiu os avanços na expansão do futebol feminino no país e assistiu a uma partida de futebol feminino juvenil no Estádio Antonieta Tubman. O presidente da CAF, Motsepe concluiu: “Devemos nos orgulhar e ser gratos ao presidente do LFA por seu excelente trabalho. O futebol tem um futuro brilhante aqui. A garota que vai ser a primeira vencedora africana do Prêmio de Melhor Jogadora da FIFA pode estar aqui”!