Dinos Stranomitis: ‘A América Latina é um Enorme Mercado com Grande Potencial’

O interesse na região aumentou significativamente desde que o governo brasileiro iniciou o processo de desenvolvimento de regulamentos para apostas esportivas no ano passado.

Publicado em
 
Dinos Stranomitis 'A América Latina é um Enorme Mercado com Grande Potencial'
MaltaToday

Embora grande parte do foco da indústria esteja na América do Norte no momento, os recentes desenvolvimentos na América do Sul significam que o continente meridional das Américas está se transformando.

Com uma enorme população de mais de 600 milhões de pessoas e uma forte cultura esportiva, a América Latina é uma perspectiva atraente para as operadoras de apostas esportivas que desejam entrar em novos mercados.

O interesse na região aumentou significativamente desde que o governo brasileiro iniciou o processo de desenvolvimento de regulamentos para apostas esportivas no ano passado. A recente introdução da legislação sobre jogos de azar online na província de Buenos Aires, na Argentina, também está sendo considerada animadora por muitos.

“A América Latina é um enorme mercado com grande potencial”, diz Dinos Stranomitis, Executivo de Gestão Operacional da Altenar.

Mas esta parte do mundo não está isenta de desafios. Enquanto países como o Brasil e a Argentina são bem conhecidos por seu amor pelo futebol e há uma forte tradição de jogo entre suas populações, a falta de regulamentação reteve muitos operadores online.

A dificuldade de acesso a serviços financeiros e métodos de pagamento apropriados provou ser outro desafio, particularmente porque muitos países da região têm baixos níveis de inclusão financeira.

O modelo colombiano:

No entanto, o desenvolvimento do mercado online na Colômbia está provando que a região tem um potencial real. Desde a regulamentação do mercado em 2016, o país atraiu 17 licenciados e seu sistema regulatório está sendo visto por muitos como um modelo para outros países latino-americanos.

A Altenar atua no mercado colombiano desde o primeiro dia, tendo lançado uma solução de apostas esportivas totalmente gerenciada para o primeiro aplicativo esportivo do país, o Wplay. A operadora continua sendo a líder de mercado na Colômbia, com cerca de 50% do mercado.

Stranomitis diz que o sucesso do Wplay é em grande parte devido ao foco na localização. “Enquanto outros provedores tentaram introduzir métodos europeus na Colômbia, a Altenar ouviu as vozes locais e criou uma apostila esportiva para o Wplay.”

Ele diz que os operadores não devem apenas diferenciar suas ofertas na América Latina dos produtos que fornecem em outras regiões, mas devem também prestar atenção às diferenças dentro da própria região.

Embora a Altenar também esteja ativa no México por meio de sua parceria com a Playdoit, a Stranomitis diz que desenvolver produtos adequados para os dois mercados não era simplesmente uma questão de ver o que funcionava em um e transferi-lo para o outro.

“Apesar da crença de algumas pessoas, a Colômbia é um mercado completamente diferente do México e esta é a grande lição que Altenar aprendeu quando se trata da América Latina.”

“Isso é algo que os operadores de sucesso em qualquer país latino-americano devem ter em mente quando tentam entrar em outros.”

Embora as diferenças entre os países apresentem desafios, elas certamente não são intransponíveis, diz Stranomitis. De fato, a Altenar já está se preparando para expandir sua área de atuação em toda a região.

“No momento, estamos avaliando o Peru e a Argentina, pois possivelmente esses são os países em que as operadoras podem em breve conseguir uma licença apropriada. Então, obviamente, há a ‘grande aposta’ do Brasil, que é um país extremamente promissor, embora ainda estejamos aguardando que o governo cumpra a nova lei.”

“Por último, mas não menos importante, estamos de olho nas ilhas caribenhas, pois achamos que poderia haver valor lá que muitos não podem ver no momento.”