Hipódromo Argentino de San Isidro sediará o Grande Prêmio da América Latina de Turfe 2023

Com um anúncio conjunto, a Organização Sul-Americana para a Promoção da Corrida de Sangue Puro (OSAF), o Jockey Club argentino e a empresa Longines anunciaram que o Hipódromo de San Isidro, na Argentina, foi escolhido como sede da próxima edição do Grande Prêmio da América Latina de Turfe e da Copa Longines 2023.

A data programada para a disputa da 39ª edição do evento clássico que reúne os melhores cavalos da América Latina é 7 de outubro do próximo ano, um sábado, em uma pista de grama com aproximadamente 2 mil metros. A premiação total do Grande Prêmio da América Latina de Turfe deve girar em torno de 360 mil dólares.  

O comunicado oficial também detalhou que a prova, que é uma prova do Grupo 1, será desta vez para cavalos com quatro anos ou mais. Em relação à Copa Longines, esta edição itinerante será o Jockey Club Grand Prix (G1), para animais machos e fêmeas de três anos, numa distância de 2.000 metros em pista de grama.

A última edição do Grande Prêmio da América Latina aconteceu no Hipódromo de La Palma, em Santiago do Chile, em abril deste ano. Nessa ocasião, 14 cavalos participaram das disputas. Enquanto isso, em 2021, a competição foi realizada no hipódromo de Maroñas, na cidade de Montevideo, no Uruguai.

Sobre o Hipódromo de San Isidro

O Hipódromo de San Isidro é um hipódromo que está localizado no Partido de San Isidro, província de Buenos Aires. O local está situado na parte urbana da Grande Buenos Aires, a 20 quilômetros da capital.

É administrado e de propriedade do Jockey Club Argentino. É nele que se disputa em dezembro, o Grande Premio Carlos Pellegrini, em milha e meia (2.400 m), prova mais importante do turfe da América do Sul.

Foi inaugurado 8 de dezembro de 1935. O jóquei uruguaio Irineu Leguisamo ganhou a primeira prova disputada na história do Hipódromo de San Isidro. O hipódromo tem a capacidade de receber um público de aproximadamente mil pessoas.