Regulador-italiano-multa-a-Google-em-E-700-mil-por-veicular-anuncios-de-apostas.jpg

O regulador italiano de publicidade e comunicação, Autorità per le Garanzie nelle Comunicazioni (AGCOM), multou a Google em € 700 mil e uma agência de publicidade em mais de € 750 mil euros por violar a proibição de anúncios de apostas no país.

A multa diz respeito aos anúncios que apareceram em grandes canais do Youtube, mas a AGCOM não mencionou quais os operadores de jogo ou produtos que estavam sendo anunciados.

A AGCOM disse, no entanto, que a multa para a Google – a empresa detentora do YouTube – foi a primeira que emitiu contra um fornecedor de serviços de vídeo & streaming por violar o chamado “decreto de dignidade”, que efetivamente proibia todos os anúncios de jogos de apostas.

O órgão acrescentou que a Google e o YouTube eram responsáveis pelo conteúdo que aparecia na plataforma, pois os anúncios foram veiculados em canais com o estatuto de “parceiro verificado”, o que torna o Youtube responsável por garantir que não seria publicado nenhum conteúdo ilegal.

Embora seja a primeira multa relacionada com o YouTube, a AGCOM já tinha multado a Google antes – tendo aplicado uma multa de € 100 mil em outubro de 2020 por anúncios dentro do seu produto de pesquisa. No entanto, esta multa foi então anulada no ano passado.

A ampla proibição de anúncios na Itália tem sido uma fonte particular de dificuldades para os clubes de futebol, muitos dos quais já haviam feito parcerias com operadores de jogos de apostas.

Enquanto as parcerias focadas em outros mercados – como a Ásia – ainda são permitidas, os clubes e entidades do futebol pediram que a proibição fosse flexibilizada devido à perda de renda após a sua entrada em vigor.

Recentemente a Itália enfrentou uma queda no setor de apostas esportivas online, mais especificamente em maio, que registrou uma receita de € 276,4 milhões, uma queda quando comparado com os € 292,2 milhões de abril.