Cobrança anual de impostos sobre jogo online em Espanha mantém nível de 2020

Os dados do exercício de 2021 na Espanha apresentaram uma arrecadação total de 130,03 milhões de euros do jogo online, o que representa um aumento de apenas +0,1% em relação aos resultados de 2020, embora a SELAE tenha melhorado em 11,8% de suas contribuições interanuais para o Imposto sobre Atividades de Jogo (IAJ).

O fechamento provisório da arrecadação do setor online registrou um total de 130,03 milhões de euros, o que praticamente replica o valor de 2020, com 129,85 milhões de euros. Em 31 de dezembro de 2021, esses dados apresentavam a seguinte distribuição:

  • Catalunha: 23,50 milhões de euros,
  • Andaluzia: 22,62 milhões de euros,
  • Madri: 21,16 milhões de euros,
  • Comunidade Valenciana: 16,41 milhões de euros,
  • Castilla y León: 7,94 milhões de euros,
  • Galiza: 7,61 milhões de euros,
  • Castilla-La Mancha: 6,28 milhões de euros,
  • Ilhas Canárias: 5,92 milhões de euros,
  • Aragão: 4,04 milhões de euros,
  • Região de Múrcia: 3,86 milhões de euros,
  • Ilhas Baleares: 3,74 milhões de euros,
  • Astúrias: 3,39 milhões de euros,
  • Extremadura: 2,90 milhões de euros,
  • Cantábria: 1,86 milhões de euros,
  • La Rioja: 0,95 milhões de euros.

Por seu lado, a SELAE declarou um total de 44,24 milhões de euros, o que representa uma diferença homóloga de +11,8%, face a 39,5 milhões em 2020. Os números da pandemia em -16,89%, quando registou 53,02 milhões de euros.

Crescimento da taxa de jogo online na Espanha

A arrecadação do “imposto do jogo” melhorou os seus níveis em 11,7% em relação a 2020, e embora tenha crescido 9,1% em 2020, com um total de 21,84 milhões de euros, em 2021 chegou a 23,15 milhões, 6% acima dessa marca. Os resultados melhoram significativamente a previsão do governo, que deverá atingir 21,86 milhões de euros em 2021.

No caso da taxa de jogo online, composta pela SELAE e pelos operadores privados dos portais Punto Es, a arrecadação absoluta em 2021 foi de 3,65 milhões de euros, alta de 11,7% sobre os 3,40 milhões de euros acumulados em 2020. Neste caso, os 5,46 milhões obtidos em 2019 não foram atingidos, nem a previsão orçamentária da Agência Tributária, que era de 5,46 milhões de euros.