Cassinos-online-serao-totalmente-regularizados-no-Chile.jpg

Como o setor continua a crescer em toda a região, o Ministério das Finanças do Chile garantiu que o projeto de regulamentação dos cassinos online está “quase pronto”.

A indústria tem experimentado um crescimento astronômico nos últimos meses e, no Chile, ainda não estabeleceu uma estrutura legal para aproveitá-la ao máximo.

O Senador Rodrigo Galilea foi citado pelo El Periodista como tendo dito que mais de 600 casas de jogo estão operando sem regulamentação no Chile, razão pela qual ele acredita ser necessário aprovar um projeto de lei para regular o mercado.

A proposta para regulamentar o segmento digital deveria chegar ao Congresso no início deste ano, mas foi adiada. Em qualquer caso, o Tesouro projeta que é apenas uma questão de semanas antes de chegar às mãos dos legisladores para sua avaliação

Expectativas para aprovação da proposta de regulamentação dos cassinos online

As expectativas para sua aprovação são, em sua maioria, positivas, de modo que ela passaria pelo Congresso sem problemas para dar um marco legal a um segmento que vem operando há algum tempo.

A proposta inclui medidas de jogo responsável e ações para impedir que setores vulneráveis acessem esses sites, de modo que a receita tributária possa ser aumentada sem quaisquer efeitos negativos possíveis.

Para o Senador Rabindranath Quinteros, o projeto de lei seria muito benéfico para o Estado. Ele disse: “Há programas e anúncios destes cassinos (online) na mídia sendo proibidos, enquanto os cassinos tradicionais foram afetados pela pandemia do coronavírus. Estando fora da lei, o uso de cassinos online tem crescido exponencialmente”.

No entanto, a Senadora Luz Ebensperger apontou a dificuldade de regular o setor online porque muitos operadores estão fora do país, embora ela tenha salientado que um marco legal “ajudará a garantir que o jogo não chegue aos menores”.