Receita de jogos online na Grã-Bretanha aumenta 3% em setembro

A receita do jogo online na Grã-Bretanha cresceu em setembro, após meses consecutivos de queda no mercado, de acordo com dados da Gambling Commission.

Números do mercado de apostas da Grã-Bretanha

As informações dos maiores operadores, representando 80% do mercado online, mostraram que o rendimento bruto do jogo online (GGY) aumentou 3% em relação ao mês anterior em setembro, contabilizando £ 420 milhões.

Apesar do número total de apostas ter diminuído 4%, a quantidade de contas ativas subiu 7% em relação a agosto. Isto foi impulsionado pelo retorno da Premier League em setembro, após uma pausa provocada pelo encerramento da temporada 2019 – 2020, que fez com que as apostas esportivas crescessem 15%, chegando a £ 189,7 milhões, depois de uma redução de 21% no mês de agosto.

As apostas feitas subiram 5%, enquanto a quantidade de jogadores ativos aumentou 14% na vertical. No entanto, houve quedas na maioria das outras verticais online. Os slots online diminuíram 4%, registrando £ 157,4 milhões, o valor mais baixo durante a pandemia de coronavírus desde março.

Outros jogos online, incluindo jogos de cassino, encolheram 5% faturando £ 56,6 milhões, enquanto o pôquer também caiu 5%, marcando £ 7,9 milhões.

As apostas esportivas virtuais continuaram a cair desde o boom do verão, com o GGY diminuindo 9%, registrando 6,1 milhões de libras em setembro. Foi o mesmo caso para os eSports, com GGY despencando em £ 1,3 milhões, queda de 28%, após uma diminuição de 29% no mês anterior.

Indústria de jogos encarar novo período de restrições

A Comissão de Jogos disse: “Os comportamentos de jogos continuaram a evoluir conforme o país responde a vários níveis de restrições e continuaremos vigilantes devido aos novos bloqueios nacionais anunciados nas últimas semanas”.

As autoridades locais impuseram novas restrições em determinados setores da economia em função do aumento recente de casos. Até o momento, a Grã-Bretanha já contabilizou 1,2 casos de coronavírus com 50 mil óbitos. Em todo o planeta, a doença já infectou 52,7 milhões de pessoas.