Governo de um Estado da Índia Proíbe Jogos Online
Foto: Area 801

This post is also available in: English (Inglês)

O governo do estado de Andhra Pradesh (AP), na região costeira do sudeste da Índia, resolveu proibir o jogo online. Sob o comando de YS Jagan Mohan Reddy, a nova lei em vigor agora pune os organizadores do jogo virtual com a prisão de até dois anos.

“Os organizadores de jogos online como rummy e poker serão punidos com um ano de prisão se forem pegos pela primeira vez”, disse o ministro da Informação da AP, Perni Venkataramaiah.

Uma segunda transgressão acarretará em dois anos de prisão mais multas. Já as pessoas que participarem do jogo online serão punidas com seis meses de detenção.

Venkataramaiah acrescentou em um comunicado à mídia local que o jogo online se tornou um vício que aflige a juventude do país. Por isso, o governo da regional está disputado a fazer as alterações necessárias na Lei do Jogo Estadual de 1974.

A decisão de proibir os jogos online foi tomada após relatórios mostrando um crescimento de 21% na indústria indiana de jogos online durante a aplicação das medidas de distanciamento social em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Efeitos do coronavírus na Índia

A Índia ultrapassou a marca diária mundial de novos casos confirmados da Covid-19 neste domingo, 6. De acordo com o governo, cerca de 90 mil notificações da doença foram registradas. Os dados são do Ministério da Saúde do país.

Sendo assim, a Índia tende a passar o Brasil na segunda-feira, 7, e se tornar o segundo país com maior total de casos. Os novos registros do coronavírus na Índia contabilizaram 4,1 milhões, conforme as informações governamentais.

Portanto, a Índia deve ficar atrás somente dos Estados Unidos, que possuem 6,4 milhões de casos e quase 193 mil mortes.

Na Índia, o número de mortes pela enfermidades se aproxima de 71 mil. Além disso, o país apresenta a maior carga por dia de casos da doença no planeta há quase um mês.

This post is also available in: English (Inglês)