Reservas-Antecipadas-para-SiGMA-Malta-Renderão-Bilhetes-Gratuitos

Com a reabertura de aeroportos na Europa, a indústria de eventos está otimista de que os setores de negócios, entretenimento e turismo voltarão a crescer até o fim do ano. Sendo assim, o grupo SiGMA está oferecendo bilhetes gratuitos de 49 euros para aqueles que fizerem reservas antecipadas para o evento de novembro até o dia 15 de julho.

Os interessados em saber mais sobre os bilhetes oferecidos pela empresa devem entrar em contato com a Diretora de Eventos Sophie Crouzet pelo email: http://sophie@sigma.com.mt/. Como citado anteriormente, a oferta tem duração limitada.

SiGMA prepara eventos com novidades para o setor de jogos

Realizado em Malta este ano, o evento europeu ocorrerá de 17 a 19 de novembro, unindo afiliadas, operadoras e fornecedores. A feira vai mesclar duas grandes exposições – SiGMA e AIBC, apresentando novas tecnologias para a indústria de jogos.

O acontecimento de novembro seguirá um modelo de cúpulas digitais realizadas durante o verão, com o objetivo de ajudar a indústria a se unir e permanecer conectada em um momento em que o trabalho em conjunto nunca foi tão importante.

Além disso, a conferência de junho, a SiGMA Asia Digital, obteve altos índices de participação. No entanto, os dois modelos de eventos podem existir; uma vez que haverá uma exposição virtual, proporcionando aos participantes uma experiência mais interativa.

Com os preparativos para as próximas cúpulas já em pleno andamento, há uma sensação de empolgação à medida que a empresa avança com a SIGMA Europa, em Malta em novembro deste ano e com a SiGMA Asia, que se sucederá em Manila em maio de 2021.

Retomada das atividades em Malta

No dia 15 de julho, o aeroporto de Malta será reaberto, permitindo vôos para vários destinos após a pandemia da COVID-19 interromper todas as viagens comerciais no início deste ano.

Alemanha, Áustria, Sicília, Chipre, Suíça, Sardenha, Islândia, Eslováquia, Noruega, Dinamarca, Hungria, Finlândia, Irlanda, Lituânia, Israel, Letônia, Estônia, Luxemburgo e República Tcheca estavam no primeiro grupo de países a se beneficiar da retomada dos voos comerciais para Malta.

A expectativa é que mais países sigam o exemplo e voltem com as operações para a ilha em breve.