Apesar de Crise do Coronavírus, Stars Group e Flutter Seguem com fusão

O Stars Group anunciou que sua fusão proposta com a Flutter Entertainment ainda está pronta para continuar, apesar do surto mundial de coronavírus.

Uma reunião especial de acionistas será realizada em 24 de abril para aprovar a combinação de todas as ações com a Flutter, que também fornecerá atualizações sobre a composição de seu conselho de administração.

No entanto, Rafi Ashkenazi, CEO do The Stars Group, não se tornará COO como decidido anteriormente, mas assumirá o papel de consultor da Flutter, aconselhando o seu CEO nos negócios do Stars Group relacionados à empresa combinada.

O conselho de administração do Stars Group e Flutter concordaram que, embora o coronavírus tenha um efeito sobre o setor, ainda acreditam firmemente no raciocínio estratégico do negócio.

Assim, a Flutter anunciou que suspenderá seu dividendo com atual exercício financeiro encerrado em 31 de dezembro de 2020 e os acionistas existentes terão direito a receber um dividendo final, a ser pago em ações da Flutter em vez de dinheiro.

OS dois empreendimentos também concordaram que o conselho de administração do Flutter será composto por 15 diretores até 31 de dezembro. E, com um total de nove diretores da companhia durante esse período.

Foi divulgado em outubro passado que Flutter concordou em adquirir o Stars Group, para criar um negócio combinado com receita anual de £ 3,8 bilhões (US$ 4,6 bilhões).

Efeito do coronavírus ao redor do mundo

Vale salientar que a pandemia de coronavírus já chegou a todos os continentes e contaminou mais de 500 mil pessoas até o momento. De acordo com números divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) até essa quinta-feira, a quantidade de falecimentos ultrapassou a casa dos 26 mil em todo o planeta.

Com o crescimento drástico de casos nos últimos dias, os Estados Unidos ultrapassou a China e se transformou no novo epicentro no mundo.