Carioca ganha prêmio no RJ da Sorte e realizará sonho da casa própria

This post is also available in: English (Inglês)

O carioca Júlio César Ferreira Filho, 42 anos, comprava o RJ da Sorte, título de capitalização, semanalmente, só que jamais tinha dado sorte. Tudo mudou há alguns dias, quando faturou R$ 10 mil. Agora, ele já pode dar entrada na casa própria e dar adeus ao aluguel.

Casado e com duas filhas, Julio revelou que está realizará uma meta de vida. “Em Mesquita, consigo encontrar uma casa no lugar que eu quero por cerca de R$ 35 mil. Então, estou feliz que vou poder realizar esse sonho”, afirmou.

E a possibilidade de outros moradores do Rio terem a mesma felicidade está ainda mais perto. Isso porque o RJ da Sorte lançou um concurso Especial Extra para o mês de novembro.

Sendo assim, o título passará a sortear um prêmio de R$ 10 mil por mês pelo período de um ano na categoria ‘Vida de Bacana’, que será transmitido ao vivo, na TV Band Rio, no último domingo, dia 29/11.

Rj da Sorte

Todos os clientes que adquirirem o títulos no decorrer de novembro estarão participando. Enquanto se aguarda esse sorteio, dá para tentar a sorte já nesse domingo, 15. São várias possibilidades com premiação em dinheiro, além de uma Picape S10 0k, uma Moto Honda Pop e outra Moto Honda GG 160.

Além disso, os cariocas podem concorrer ao Cadastro da Sorte, que sorteará um “Kit Cozinha dos Sonhos” com geladeira, fogão, máquina de lavar, lavadora de louças e micro-ondas e 20 sorteios de R$ 1 mil no ‘Xô Aperto’; só para aqueles que realizarem o cadastro do título na plataforma oficial e no aplicativo, ou comprar online até sábado, 14.

Parceria do RJ da Sorte com o PicPay

Lembrando que agora, além de poder realizar a aquisição do título virtualmente pagando no cartão de crédito e no boleto bancário, o RJ da Sorte também pode ser adquirido com crédito do PicPay.

O RJ da Sorte é um título de capitalização da modalidade filantropia premiável, com atividade liberada pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), órgão vinculado ao Ministério da Economia.

This post is also available in: English (Inglês)