CPI-da-Manipulação-de-resultados-ouvira-ex-assessor-de-Haddad
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A CPI da Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas convocou José Francisco Manssur, ex-assessor especial do Ministério da Fazenda, para prestar depoimento.

A sessão ocorrerá na quarta-feira (19), às 14h. O senador Eduardo Girão (Novo-CE) solicitou a convocação com base em uma reportagem da revista Veja.

Denúncia de extorsão e repercussão sobre manipulação de resultados

Eduardo Girão destacou a importância do depoimento de Manssur para elucidar os fatos. “Manssur foi procurado pelo presidente da Associação Nacional de Jogos e Loterias, Wesley Cardia, que narrou em uma conversa reservada que foi abordado pelo deputado Felipe Carreras (PSB-PE), relator da CPI das Apostas Esportivas. Este lhe teria pedido R$ 35 milhões em troca de ajuda e proteção”, escreveu Girão no requerimento, reproduzindo o texto da revista.

Ele também acrescentou no requerimento o trecho da reportagem afirmando que, conforme Cardia, “essa não teria sido a primeira interpelação por parte do parlamentar, pois um assessor do deputado já havia lhe procurado anteriormente”.

De acordo com a publicação, outros integrantes da CPI também teriam pressionado o setor em busca de vantagens financeiras. O senador cearense considera que o depoimento do ex-assessor vai ajudar a esclarecer vários aspectos investigados pela CPI da Manipulação no Senado.

Portanto, a CPI das Apostas Esportivas investiga possíveis irregularidades no setor e manipulação de resultados no futebol brasileiro.

Manssur foi um dos responsável pela regulamentação das apostas no Brasil

Em fevereiro, José Francisco Manssur, assessor especial do Ministério da Fazenda e um dos responsáveis pela regulamentação das apostas esportivas no Governo Federal, deixou o cargo.

A Assessoria Especial de Comunicação do Ministério da Fazenda emitiu uma nota oficial na ocasião. “O processo foi conduzido ao longo do ano de 2023 e concluído em dezembro, após a aprovação da nova legislação no Congresso Nacional e a sanção da Presidência da República. O Ministério da Fazenda agradece o trabalho prestado por Francisco Manssur ao longo desse período”.

Assim, José Francisco Manssur é advogado e tem experiência na gestão pública, tendo atuado na Secretaria de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo.