Marx Beltrão Solicita que Maia Volte A Priorizar Ações Na Área De Turismo
Foto: Wikipedia

O Dia Mundial do Turismo foi comemorado com uma sessão solene no último dia 27 de setembro, no Congresso Nacional. No entanto, as falas das autoridades presentes utilizaram mais o tom de cobrança para o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Este foi o caso do deputado federal Marx Beltrão.

“Há 71 dias, eu e outros membros da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo fizemos este pedido ao presidente Rodrigo Maia. Até agora não fomos atendidos e precisamos ver estes projetos aprovados, para o bem de nosso turismo”, salientou o deputado.  

Marx Beltrão cita projetos engavetados

Vale salientar que Beltrão exigiu que Maia voltasse a sua atenção para as iniciativas visando fomentar o setor de Turismo, mas que seguem paradas na Câmara. Entre os projetos citados pelo deputado federal, se encontra o Projeto de Lei (PL) nº 353/2017, que trata da instituição do sistema de Tax Free no Brasil.

Além desse, Marx Beltrão também se referiu a proposta 3982/2017, que faz a transição da Embratur em uma agência. E ainda a PL 442/1991, que trata da legalização da indústria do jogo no Brasil.

Publicidade

É importante frisar que esse assunto está em voga desta a liberação das apostas esportivas em dezembro do ano passado, mas ainda carece da aprovação de uma regulamentação especifica para a atividade ser liberada no país.

Com relação aos jogos, o projeto se refere a legalizar a atuação de cassinos em resorts no território nacional, o que é proibido por lei nos dias de hoje. Para Marx Beltrão a aprovação desta medida poderia criar milhares de novas ofertas de trabalho no segmento e ainda estimular a economia local.

Marx Beltrão

Nascido em 28 de novembro de 1979, ele é um advogado e político brasileiro.Foi eleito pela primeira vez em 2004 prefeito do município de Coruripe e reeleito em 2008 com 72,9%³ dos votos válidos. Nas eleições de 2014, foi o segundo deputado federal mais votado de Alagoas, com 123.317 votos.

Em 5 de outubro de 2015 licenciou-se do mandato de Deputado Federal para tornar-se ministro do Turismo. É filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).