GVC-Anuncia-Risco-de-Fechamento-de-900-Estabelecimentos

O corte em máquinas de terminais de apostas de probabilidades fixas (FOBTs) está afetando a indústria britânica de jogos de azar. Após a William Hill anunciar fechamento de centenas de lojas de apostas, agora a GVC Holdings, operadora da Ladbrokes e da Coral, divulgou o possível fechamento de 900 lojas próprias.

Situação da GVC

Todavia, a GVC não disse que as lojas fecharão definitivamente. Mas, parece que mais pessoas estarão procurando trabalho.

“Até agora acreditamos que até 900 lojas corram o risco de fechamento, afetando até 5 mil empregos nos próximos dois anos. Seria o resultado da redução das apostas para £ 2, que entraram em vigor no dia 1º de abril. Há várias lojas podem ser fechadas como parte desse processo. Entretanto, esta não é uma decisão satisfatória e estaremos trabalhando duro para minimizar o número de saídas através da redistribuição dentro do negócio”, diz o comunicado oficial da GVC.

Entre a Ladbrokes e a Coral, a GVC opera aproximadamente 3400 lojas atualmente. O fechamento de 900 estabelecimentos seria um “alívio” para negócios. Mas não tão grande quanto operar todos com prejuízo.

Publicidade

Curiosamente, essa pode ser uma boa notícia para a GVC. Porque havia a estimativa que aproximadamente mil lojas fechariam as portas.

Preocupação no Reino Unido

O anúncio vem logo depois que a William Hill anunciou que fecharia 700 lojas em algum momento de 2019. Ao todo, 4.500 funcionários devem perder seus empregos. Além disso, eles citaram o corte de participação do FOBT como razão para fechar tantas lojas.

Com até 9000 funcionários em risco, o Reino Unido terá um problema bastante significativo nas mãos. Como Ciaran O’Brien, diretor da Comms afirmou nas redes sociais, pode ser que os reguladores tenham ido longe demais em seus esforços para tornar o jogo mais seguro.

“Os benefícios do jogo em termos de interação social, estímulo mental, diversão, risco controlado etc. são subestimados / apreciados. Enquanto a política é focada em emoções e casos extremos. Dito isso, podemos e poderemos desenvolver um jogo mais seguro”, declarou o diretor da Comms.