Caesars-Entertainment-relata-aumento-de-106-na-receita-do-segundo-trimestre-de-2022.jpg

A Caesars Entertainment publicou seus resultados financeiros do segundo trimestre, registrando um aumento de 10,6% nas receitas, impulsionado por seus negócios em Las Vegas.

No segundo trimestre, a empresa gerou US$ 2,8 bilhões em receita, acima dos US$ 2,5 bilhões do ano passado. Mas, além disso, a Caesars registrou um recorde de EBITDA trimestral para suas operações em Las Vegas, destacando a contínua recuperação da cidade em relação ao Covid-19.

Este último segmento produziu US$ 1,1 bi em receita líquida, um aumento superior a 30% em comparação ao ano passado e aproximadamente 40% do total do segundo trimestre da Caesars. Além disso, o EBITDA ajustado de Las Vegas atingiu US$ 547 milhões, acima dos US$ 423 milhões do ano anterior em um crescimento de 29,3%.

No entanto, o EBITDA ajustado global caiu 3,3% devido, em grande parte, a uma queda geral do segmento de cassinos físicos, ao lado das operações digitais da Caesars, que registraram uma perda maior no EBITDA.

Os negócios “regionais” da companhia experimentaram uma redução de 15% no EBITDA ajustado, de US$ 602 milhões para US$ 513 milhões, enquanto a Caesars Digital registrou perda de US$ 69 milhões no EBITDA.

Para o primeiro semestre, enquanto isso, o negócio de Las Vegas da Caesars reportou uma alta de 62% no EBITDA ajustado, enquanto o Regional encolheu de 2% e o prejuízo da Digital aumentou de US$ 7 milhões para US$ 623 milhões.

O EBITDA total ajustado para o período de 6 meses caiu quase 17%, embora a receita líquida da Caesars tenha aumentado em 15%.

Apesar destes resultados mistos, o CEO da Caesars Entertainment, Tom Reeg, permaneceu otimista: “Nossos resultados do segundo trimestre refletem um recorde de EBITDA consolidado para nossas propriedades físicas, liderado por um recorde de EBITDA trimestral em Las Vegas e uma força contínua em nossos mercados regionais quando comparado a 2019”.

“Os resultados operacionais no nosso segmento digital melhoraram drasticamente em relação ao primeiro trimestre e estamos otimistas em relação às tendências neste segmento para o balanço do ano”, completou Reeg.