Cassinos-de-Nevada-deixam-de-exigir-o-uso-de-mascaras-em-seus-ambientes.jpg

O estado de Nevada e seus cassinos deixaram de exigir que as pessoas usassem máscaras em ambientes internos. A Junta de Controle de Jogos de Nevada foi rápida em cumprir a ordem de obrigação do uso de máscaras nos cassinos, “a menos que a jurisdição local ainda imponha esta exigência”.

O governador Steve Sisolak anunciou que, “com efeito imediato”, o estado não mais exigirá o uso de máscaras na maioria dos locais públicos. Sisolak observou que ainda são necessárias o uso de máscaras em hospitais, clínicas e casas de repouso, aeroportos e a bordo de aeronaves, além de ônibus públicos e escolares.

O governador, que está buscando a reeleição em novembro, permanece sob intensa pressão para ‘aliviar’ as exigências no estado. Ele reconheceu que existe uma ampla divisão de opinião sobre a obrigatoriedade da máscara facial, e disse que os empregadores podem determinar suas próprias medidas de segurança além daquelas impostas a nível estadual.

O governador de Nevada, Steve Sisolak

Vários candidatos republicanos, que aspiram a concorrer contra Sisolak nas urnas, encorajaram seus apoiadores com críticas à resposta do Estado à pandemia e à exigência da máscara.

“Algumas pessoas pensam que estávamos prontos há muito tempo, outras pensam que ainda não estamos prontos”, disse o governador aos repórteres. “Sinto que este é o momento certo”, enfatizou ele.

Os novos casos em todo o estado eram em média 1.280 por dia, mas Sisolak acrescentou que dois terços dos cidadãos de Nevada com cinco anos ou mais já estão vacinados.

Nevada reporta 10 meses consecutivos com mais de US$ 1 bi em receita de cassinos e jogos

Os operadores licenciados de jogos de Nevada relataram uma receita total de US$ 1,15 bilhões para dezembro de 2021, o décimo mês consecutivo do estado de mais de US$ 1 bilhão em receita de cassinos e jogos.

O número, divulgado pelo Conselho de Controle de Jogos de Nevada, representa um aumento de 68% em relação ao mesmo período do ano anterior. A receita dos jogos para o ano fiscal – 1 de julho de 2021 até 31 de dezembro de 2021 – cresceu 60%.