Indústria de jogo dos EUA registrou o mês de maior faturamento da sua história

A American Gaming Association (AGA) divulgou os resultados de julho de sua ferramenta de rastreamento de receita, que fornece informações sobre o desempenho financeiro da indústria de jogo para o mês, tanto em nível estadual quanto nacional.

Em julho, o setor de jogo estendeu sua sequência recorde, já que a receita de jogos em cassinos, apostas esportivas e jogos eletrônicos atingiu US$ 4,83 bilhões. O número supera o recorde anterior, verificado em maio, e faz de julho o mês de maior faturamento da história do segmento.

Na comparação anual, as receitas de julho aumentaram 29,6% em relação ao mesmo mês de 2019, antes da pandemia. Os resultados positivos de julho foram impulsionados pela volta das viagens de lazer de verão e de um calendário favorável, que contou com cinco finais de semana e o feriado de 4 de julho.

Fonte: American Gaming Association

Mercado de jogo físico também apresenta alta nos EUA

Além disso, desde o início da pandemia, julho foi o primeiro mês completo em que os cassinos nos 25 estados que permitem o jogo puderam operar com plena capacidade. Outro destaque é que foi o quinto mês consecutivo com crescimento de dois dígitos na receita do jogo em relação a 2019.

Nos primeiros sete meses de 2021, a receita do setor quase se igualou aos US$ 29,98 bilhões gerados em todo o ano passado, com US$ 29,60 bilhões. Durante julho, os mercados de cassinos registraram alta na quantidade de visitantes. Illinois, Iowa, Louisiana e Missouri relataram o maior número de visitantes desde o início da pandemia.

Os turistas também estão voltando para Las Vegas, que contabilizou 3,3 milhões de pessoas em julho, o que representa alta de 11,2% em relação a junho, e Atlantic City, que teve um aumento de 13,3% em comparação a junho. Apesar de o número de visitantes ainda não corresponder aos níveis antes da pandemia, mostram uma tendência positiva.

Fonte: American Gaming Association

Os números da receita apontam que o jogo físico teve um pico histórico de receita mensal de US$ 4,29 bilhões, representando a maior parcela da receita total do jogo em quase um ano. Além disso, novos recordes mensais foram contabilizados na receita com caça-níqueis (US$ 3,02 bilhões) e jogos de mesa (US$ 933,6 milhões).

A maioria dos cassinos voltou ao nível antes da ameaça da COVID-19: apenas o mercado de Michigan experimentou um pequeno declínio em comparação com 2019, de 2,8%.

Apostas esportivas e eSports

Vale destacar a crescente importância do mercado de jogos eletrônicos, que avança paralelamente à recuperação da indústria tradicional. Pensilvânia, Nova Jersey, Delaware, Virginia Ocidental e Michigan alcançaram US$ 305,8 milhões em julho. Assim, as receitas de jogos eletrônicos estão apenas 1,8% abaixo do recorde mensal estabelecido em março de 2021.

O mercado de apostas esportivas não melhorou como os demais, já que os americanos apostaram US$ 2,42 bilhões, o que representa uma queda de 33,9% em relação a junho e uma alta de 168,8% em relação a julho de 2020.

Todavia, é importante destacar que julho é um mês tipicamente calmo devido ao calendário esportivo. Ainda assim, o mercado registou a marca mais baixa de atividade mensal de apostas esportivas neste ano.

Recorde no setor de jogo de Nevada

Julho também foi um mês excepcional para o estado de Nevada, onde o lucro bruto de cassinos bateu um recorde de US$ 1,36 bilhão, marcando o quinto mês consecutivo a ultrapassar US$ 1 bilhão. O estado reportou um crescimento de quase 80% da receita em julho, em relação a julho de 2020.