Wynn Resorts segue interessada no potencial mercado japonês de resorts integrados

A Wynn Resorts confirmou que não participará da proposta de resorts integrados na cidade japonesa de Yokohama, mas a operadora afirmou que ainda está estudando alguns negócios visando investir no mercado local.

Em comunicado oficial, a empresa salientou que “a Wynn Resorts continua monitorando de perto a situação dos resorts integrados no Japão e enxerga o país como um mercado de forte potencial”.

Anteriormente, a Wynn Resorts buscava ofertas em Osaka e, em seguida, mudou seu foco para Yokohama como um ponto estratégico para seus empreendimentos no país. No entanto, a pandemia atrasou todos os planos e a empresa também sofreu pesadas perdas financeiras.

A operadora anunciou o fechamento de seu escritório em Yokohama em agosto do ano passado, atribuindo isso a crise mundial e afirmando que um resort integrado não era a melhor estratégia para corporativa naquele momento.

Em contrapartida, os representantes da empresa asseguraram que “isso não significa que não estamos interessados ​​no mercado, significa apenas, não é o foco atual da nossa empresa”.

O preço atual das ações da empresa está em US$ 108,43, registrando um aumento de aproximadamente de 8% na semana passada.

Após um ano relativamente difícil para a operadora, com o valor das ações despencando para cerca de US$ 40 no mês de março, a Wynn Resorts está se recuperando e conseguindo negociar as ações de sua marca em torno de US$ 100 desde dezembro de 2020.

Sobre a Wynn Resorts

A Wynn Resorts Limited é uma empresa com sua sede localizada na cidade de Paradise, no estado de Nevada, nos Estados Unidos.

O grupo atua no setor de desenvolvimento e operação de cassinos, hotéis e resorts de luxo ao redor do mundo. A companhia foi fundada em 25 de outubro de 2002 pelo antigo presidente da Mirage Resorts, Stephen A. Wynn.