NGX fecha parceria com Sportradar
Imagem: NGX / Divulgação

A NGX, líder em soluções integradas para iGaming, apostas esportivas e loterias, anuncia sua parceria estratégica com a Sportradar, a principal empresa global de tecnologia esportiva, na luta contra atividades suspeitas de apostas.

Com sede em Curaçao e uma equipe multidisciplinar no Brasil, a NGX se destaca como uma plataforma abrangente, oferecendo serviços de gerenciamento de contas de jogadores (PAM), uma ampla variedade de opções de apostas esportivas e um impressionante catálogo de jogos de cassino, tudo em um só lugar.

NGX possui um amplo catálogo de jogos

Portanto, esta parceria permite que a NGX integre a Sportradar Integrity Exchange em sua plataforma. Isso permitirá que os operadores de apostas relatem atividades suspeitas por meio desta rede.

Esta iniciativa capacita os operadores de apostas a desempenhar um papel ativo na prevenção de manipulação de jogos, contribuindo para investigações em escala global.

A Sportradar Integrity Exchange é uma parte fundamental das iniciativas de integridade para combater a manipulação de jogos. A ferramenta possui um Sistema Universal de Detecção de Fraudes para monitoramento de apostas. Além disso, também conta com um programa de educação e prevenção entregue às federações esportivas.

Alexandre Tauszig, Diretor Comercial da NGX, diz: “Estamos muito animados com esta parceria estratégica entre a NGX e a Sportradar. A integridade no mercado de apostas é crucial para nós e nossos clientes, e esta colaboração nos permitirá fortalecer ainda mais nossos esforços nesse sentido”.

Felippe Marchetti, Gerente de Parcerias de Integridade da Sportradar no Brasil, acrescentou: “Estamos satisfeitos em ver a NGX tomando medidas para manter as apostas justas e proteger seus negócios”.

“Ao se juntar a essa valiosa rede global, seus apostadores podem relatar atividades suspeitas de apostas. A empresa ganha ainda informações sobre tendências e treinamento de sua equipe sobre quais sinais observar para identificar atividades suspeitas”, finalizou Marchetti.