Operação Penalidade Máxima entra na terceira fase e investiga sete jogos de futebol
Foto: Marcelo Cortes / @Flamengo

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) deu o pontapé inicial na terceira fase da Operação Penalidade Máxima contra a manipulação de resultados no futebol nesta terça-feira, 28.

O MP-GO cumpriu mandados de busca e apreensão em oito cidades de cinco Estados na investigação de sete jogos.

O jogo mais relevante envolve Flamengo e Avaí, válido pelo Campeonato Brasileiro de 2022. O confronto acabou com a vitória dos catarinenses por 2 a 1.

Todas as partidas apuradas aconteceram no ano passado no Brasileirão, mas em Campeonatos Estaduais de 2023.

A operação foi promovida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). A ação contou com com apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI), da Polícia Militar de Goiás, do Cyber Gaeco do Ministério Público de São Paulo e dos Gaecos dos Estados do Mato Grosso do Sul, Paraíba e Rio de Janeiro, informou o MP-GO.

Ações

No total, as ações desta terça-feira, que são um desdobramento das duas primeiras etapas da Operação Penalidade Máxima, cumpriram dez mandados de busca e apreensão em Goiânia (GO), Bataguassu (MS), Campina Grande (PB), Nilópolis (RJ), Santana do Parnaíba (SP), São Paulo (SP), Volta Redonda (RJ) e Votuporanga (SP).

Conforme o Estadão, os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Estadual dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa e Lavagem ou Ocultação de Bens Direitos e Valores.

Além disso, a apuração investiga possíveis condutas ilícitas que podem “configurar organização criminosa para fraudar resultados de partidas de futebol (crimes previstos na Lei nº 12.850/13 e nos arts. 198 e 199 da Lei Geral do Esporte)”, explica o MP-GO.

O Ministério Público investiga criminosos que tinham por intuito aliciar atletas para esquemas de manipulação de resultados em jogos do Brasileiro e de Estaduais.

Os jogadores receberiam dinheiro para tomar cartões, cometer penalidades ou colaborar para algum resultado de um confronto, beneficiando assim apostadores que faziam parte da quadrilha.

Partidas investigadas na nova fase da Operação Penalidade Máxima

De acordo com o MP-GO, sete jogos estão sendo investigados nesta terceira etapa da operação. Uma delas é do Brasileirão do ano passado, entre Avaí x Flamengo.

Há duas da Série B do Campeonato Brasileiro de 2022: Náutico x Sampaio Corrêa e Náutico x Criciúma.

Os outros jogos são deste ano: Goiânia x Aparecidense, Goiás x Goiânia (ambos pelo Goiano), Nacional x Auto Esporte, Sousa x Auto Esporte (pelo Paraibano).

Por enquanto, o Ministério Público não detalhou quais ações de cada partida estão sendo investigadas nem mencionou jogadores supostamente envolvidos no esquema.

Mas, o MP-GO somente divulgou que os duelos válidos pelos Brasileirão e Série B foram disputados no segundo turno das respectivas competições.

Cabe destacar que os jogadores envolvidos em outros jogos já investigados foram punidos desportivamente com multas, suspensões e até banimentos do esporte em âmbito mundial.