NCAA escolhe Indianápolis como sede única para o ‘March Madness 2021’
Foto: Bloomberg

This post is also available in: English (Inglês)

O Comitê de Basquete Masculino da NCAA promoveu alterações em 13 sedes para o Campeonato de 2021. A mudança acompanha um planejamento para estabelecer uma maneira mais eficaz de realizar um “March Madness 2021” seguro para todos os participantes.

Conforme o SBC Notícias, ficou evidente para a organização que contar com 13 sedes espalhadas pelos Estados Unidos seria muito complicado devido a pandemia. Portanto, se optou por um campeonato em uma única região a fim de elevar a segurança de todos os envolvidos.

A equipe da NCAA agora está em reuniões com o estado de Indiana e a cidade de Indianápolis para sediar o torneio com 68 equipes durante os meses de março e abril. Indianápolis já estava programada para receber a Final Four Masculina de 3 a 5 de abril de 2021.

Mitch Barnhart, presidente do Comitê de Basquete Masculino e diretor de atletismo da Universidade de Kentucky, explicou: “Meus colegas do comitê e eu não tomamos levianamente a difícil decisão de realocar as rodadas preliminares do torneio de 2021, por isso entendemos a decepção. As comunidades vão sentir falta de fazer parte do March Madness”.

Ele acrescentou: “Com a Universidade de Kentucky prevista para sediar os jogos da primeira e segunda rodada em março, isso é algo que impacta diretamente nossa escola, então certamente compartilhamos a frustração. O comitê e as equipes apreciam profundamente os esforços de todas as instituições anfitriãs e conferências. E, estamos ansiosos para trazer o torneio de volta nos próximos anos”.

NCCA reconhece que sede única facilita criação de “ambiente controlado”

Sendo assim, a organização reforçou a necessidade de manter o torneio em uma única área para limitar viagens a fim de criar um ambiente seguro e controlado para atletas e os demais profissionais envolvidos. Dan Gavitt, vice-presidente sênior de basquete da NCAA, também se pronunciou.

“Aprendemos muito monitorando outros eventos esportivos de sucesso nos últimos meses, e ficou claro que não é viável administrar este campeonato em tantos estados com os desafios apresentados pela pandemia. No entanto, estamos desenvolvendo um plano sólido para montar um torneio responsável e fantástico, diferente de qualquer outro”, afirmou Gavitt.

O presidente da NCAA, Mark Emmert, declarou que “o comitê e as equipes monitoraram cuidadosamente a pandemia para desenvolver planos de contingência em potencial”.

Conforme Emmert, “as prioridades são proteger a saúde e o bem-estar dos atletas universitários e, ao mesmo tempo, manter sua oportunidade de competir no mais alto nível. Esses princípios guiaram o processo de tomada de decisão à medida que continuamos a avaliar como ter uma experiência de campeonato justa e segura”.

Setor de apostas comemorou confirmação do ‘March Madness 2021’

Ainda segundo o SBC Notícias, a opção por centralizar o torneio pode frustrar algumas cidades, mas agradou às empresas do setor de apostas esportivas.

Já que o cancelamento do March Madness 2020 em função do agravamento da pandemia no país gerou perdas estimadas de 8,5 bilhões de dólares em apostas.

This post is also available in: English (Inglês)