Casa de Apostas volta a mobilizar clubes parceiros por Novembro Azul

This post is also available in: English (Inglês)

Os clubes de futebol Bahia, Botafogo, Santos e Vitória possuem um patrocinador em comum, a Casa de Apostas. Por isso, as equipes realizarão juntos uma campanha destacando a mensagem de conscientização do Novembro Azul.

Trata-se do “Dia 100% Azul”. No dia 25 desse mês, toda a quantia obtida em deposito na plataforma da Casa de Apostas será repassada ao Instituto Lado a Lado Pela Vida, que oferece apoio aos pacientes que lutam contra o câncer.

“Acreditamos na força do esporte e do futebol para ser um grande vetor de informação e mudança de comportamento das pessoas. Ao realizarmos ações que tratem de temas de grande relevância e alcance, cuidando de pessoas, estamos trabalhando as marcas envolvidas e posicionando a Casa de Apostas mais próxima da sociedade”, afirmou Hans Schleier, diretor de marketing da empresa.

Ações da Casa de Apostas com equipes patrocinadas

O “Dia 100% Azul” será a terceira atividade promovida pela empresa de apostas esportivas e das equipes patrocinadas para relembrar o público sobre o Novembro Azul. A primeira mobilização aconteceu na rodada do dia 8, quando a escalação do Peixe no confronto contra o Red Bull Bragantino foi anunciada com somente cinco jogadores.

A “escalação incompleta” foi repetida nos anúncios do Bahia no jogo contra Botafogo e do Vitória, diante do Sampaio Corrêa, válida para Série B do Campeonato Brasileiro. As escalações incompletas geraram repercussão nas redes sociais e divertiram os torcedores, mas o intuito foi nobre.

O objetivo foi lembrar que 50% dos brasileiros com câncer de próstata está em uma etapa avançada, mas sequer sabe que está doente. Posteriormente, os times divulgaram vídeos com profissionais que venceram a batalha contra o câncer.

Novembro Azul

Realizada todos os anos, a campanha do Novembro Azul enfatiza a necessidade da prevenção e do diagnóstico precoce para a saúde do homem, sobretudo, para o câncer de próstata.

A falta de informações e a resistência para procurar por atendimento médico são fatores que devem ser superados para diminuir a incidência da doença no mundo inteiro.

This post is also available in: English (Inglês)