Apostas Esportivas em Indiana Dobraram no Mês de Julho
Foto: Twitter MLB

This post is also available in: English (Inglês)

As apostas esportivas em Indiana, nos Estados Unidos, deram uma resposta positiva no mês de julho, registrando US$ 70,9 milhões no total. Ou seja, um aumento de 138% em relação ao rendimento de US$ 29,8 milhões em junho, de acordo com a Indiana Gaming Commission (Comissão de Jogo de Indiana).

O crescimento na atividade do setor pode ser atribuído a volta da Major League Baseball (MLB) e da National Basketball Association (NBA), que reiniciaram oficialmente em 24 e 30 de julho, respectivamente.

Embora o número de apostas esportivas do estado ainda esteja drasticamente abaixo da média anterior a pandemia do novo coronavírus, cerca de 187,2 milhões de dólares no segundo mês do ano, fevereiro também contou com o Super Bowl, um dos maiores eventos de apostas esportivas nos Estados Unidos

Além disso, os números atuais excluem a National Hockey League (NHL), que retomou as disputas somente no mês de agosto.

“O aumento impressionante de julho no controle nos diz que a atividade de apostas em Indiana está a caminho de retornar aos níveis pré-pandêmicos”, disse Max Bichsel, o vice-presidente do Grupo Gambling.com para negócios nos Estados Unidos.

Bichsel acrescentou: “julho teve a maior elevação desde março e isso pode ser atribuído ao retorno do beisebol e do basquete no final do mês. A retomada da liga principal de beisebol e basquete, mesmo apenas por alguns dias no relatório de julho, teve um impacto significativo na atividade de apostas da região”.

Beisebol foi a modalidade que mais gerou apostas esportivas

Vale salientar que o breve período de disputas no beisebol no mês de julho provou ser o principal fator de impulsão da receita de apostas no estado, batendo aproximadamente 14,5 milhões de dólares.

Enquanto a liga de basquete, que está em um sistema de sede única em uma “bolha” nas instalações do complexo Disney em Orlando, contabilizou menos de 6 milhões de dólares em apostas esportivas.

This post is also available in: English (Inglês)