Winlink-Processa-o-Liverpool-por-Comissão-no-Acordo-de-Patrocínio-da-BetVictor

A empresa de patrocínio esportivo, Winlink está processando o Liverpool Football Club, valor que chega a £ 1 milhão (US$ 1,26 milhão), por uma comissão.

A soma está relacionada a um acordo de £ 15 milhões para a BetVictor patrocinar os itens de treinamento da equipe da Premier League.

A Winlink alega que o Liverpool deve à empresa, porque um de seus executivos introduziu nos contratos os dirigentes do clube, quando assinado em 2013. No entanto, o Liverpool afirma que Rafaella Valentino, chefe de vendas de parcerias globais, negociou pessoalmente o acordo com o CEO da Betvictor, Andreas Meinrad.

Em um julgamento remoto no Supremo Tribunal, o advogado da Winlink, Andrew Sutcliffe, QC, disse que a empresa “gastou tempo e esforço significativos na construção do relacionamento entre Liverpool e BetVictor”.

Conforme Sutcliffe, o Winlink “aceitou que não desempenhava nenhum papel na negociação do próprio acordo de 2016”, mas estava “simplesmente fornecendo um serviço de apresentação”.

Ao não pagar a comissão por esses serviços, o representante da empresa alegou que “o Liverpool não manteve o seu lado no acordo”.

O advogado do Liverpool, Robert Anderson, argumentou que as apresentações do Winlink “não tinham nada a ver com a execução do contrato de patrocínio para os equipamentos de treinamento na casa dos £ 15 milhões”.

Anderson comentou que o Winlink não tem direito à comissão “porque as apresentações foram feitas dois anos e meio antes do acordo de 2016”.

Liverpool na temporada 2019 – 2020

Apesar das dificuldades extra campo, o Liverpool aguarda a retomada do Campeonato Inglês para encaminhar oficialmente o título nacional da temporada 2019 – 2020.

Isso porque o clube está com 82 pontos devido a uma campanha com 27 partidas, 1 empate, 1 derrota e 94,3% de rendimento contra os 57 pontos obtidos pelo vice-líder, Manchester City. O Leicester aparece na 3ª colocação com 53 pontos.