GLMS Futebol no Topo da Liga de Suspeitas de Apostas no 3º trimestre
Foto: Twitter Oficial Barcelona

O órgão de integridade das apostas esportivas para o setor de loterias, o Global Monitoring System (GLMS), registrou 23 partidas para seus parceiros no terceiro trimestre, com o futebol novamente no topo da lista quando se trata do número de alertas de apostas suspeitas.

A GLMS enviou um total de 209 alertas a seus membros durante um período de três meses até o final de setembro, sendo 190 deles atribuídos a atividades suspeitas no mercado global de apostas em futebol.

Basquete e tênis foram seguidos em um segundo conjunto distante, com cinco alertas cada um sendo registrados no primeiro trimestre. Após o par comum, veio o futebol americano com quatro alertas, depois o esports com dois, depois um para handebol, hóquei no gelo e tênis de mesa.

A maior parte dos alertas foi contabilizada na Europa, com 166 gerados no terceiro trimestre, dos quais 156 eram relacionados a apostas no futebol. A Ásia seguiu com 20 alertas, todos de futebol. América do Sul seguiu em terceiro com 10

Publicidade

Por outro lado, apenas três alertas foram registrados para toda a África, enquanto não houve alertas de apostas suspeitos para a região da Oceania durante o trimestre. De todos os alertas sinalizados no terceiro trimestre, nove eram alertas vermelhos, o que sugere graves irregularidades ou alegações de manipulação de resultados feitas por uma fonte nomeada.

Um total geral de 171 alertas foi gerado antes do início de um evento, com apenas dois sendo registrados durante o jogo. O GLMS também observou que, com os eventos que geraram alertas durante o jogo, ambos terminaram conforme o esperado.

GLMS-Futebol-no-Topo-da-Lista-de-Suspeitos-de-Apostas-no-3º-Trimestre
Relatório do 1º Trimestre de 2019 divulgado pela GLMS

Conseqüências das verificações da GLMS

Após o envio de três alertas, se uma investigação não descobrir nenhuma explicação para a atividade suspeita, o GLMS gerará um relatório sobre essa correspondência ou evento específico.

Dos 23 alertas que se tornaram reportagens, 17 foram em relação ao futebol, sete foram sinalizados para a Uefa, órgão governante europeu do futebol, e um para a entidade global, Fifa . Outros relatórios de futebol foram divididos entre as autoridades governamentais locais.

O GLMS apresentou cinco relatórios ao Comitê Olímpico Internacional, além de dois à Unidade de Integridade do Tênis e um à Coalizão de Integridade da Esports . Um total de 15 relatórios foram enviados às autoridades governamentais locais no terceiro trimestre.